domingo, 16 de dezembro de 2007

MUITO É MUITO POUCO

Quem acompanhou o Religare I já conhece a história: Sou aos poucos... Li isso em Água Viva, de Clarice Lispector, e me senti compreendida, aceita. A Ludeju, o Serginho e a Priscilla S. sabem do que falo.

Mas vira e mexe alguém se surpreende: Como assim? Dessa vez é a Anna Benedita.

Bom, eu também já tive a minha vida de muito é muito pouco. E ainda tenho um pouco disso, claro. Há um lado meu que é, parodiando Carlos Drummond de Andrade, sempre aquela falta, sempre a mesma ausência – e muito é muito pouco para preencher aquela falta, essa mesma ausência!

Sei que não me explico bem, e nem vou tentar. Deixo isso para Caetano.

music player
I made this music player at MyFlashFetish.com.

4 comentários:

libanesa disse...

Wahoo, casinha nova. Sensação boa de renovação! :) Adoro o fundo branquinho, acho que minha nova casinha será assim mais clean.

E opa, quando será o dia testosteronado em CTBA? :) Se estiver por aqui, vou adorarrrr...

Denis disse...

Oi, Lú.
Vc continua tão td de bom como sempre... Muito... Mas muito é pouco...rs
bjos

Alberto Pereira Jr. disse...

caetano disse tudo na música: "você é massa"

Serginho! disse...

eu tb sou aos poucos...
superaceito!!!
gostei muito da música e do começo...
parabéns, Lu!!!
baci...
;-)